Associação Brasileira dos Profissionais de Educação Física e Esporte

Faça seu Login

Biblioteca

Manifesto Sobre o Fair Play

Manifesto Sobre o Fair Play

Autor: Comité Int. p/ Fair Play

05/10/1976


Documento elaborado pelo Comité Internacio­nal para o Fair Play (CIFP) da UNESCO.

Introdução

O esporte de competição pode responder a nume­rosas exigências fisiológicas, psicológicas e sociais do homem. Pode especialmente dar a cada um, qualquer que seja a sua idade e condição, possibili­dade de expansão e um enriquecimento das relações individuais e coletivas.

Pode contribuir, igualmente, de diversas e excelentes maneiras, para melhorar a qualidade de vida.

Sem fair play, no entanto, o esporte perde esse poder em qualquer nível de competição, seja o es­porte amador ou profissional.

Em numerosos países, o crescimento do nível de vida e o aumento do tempo livre estimulam uma par­ticipação crescente no esporte de competição. Ao mesmo tempo, porém, a ameaça contra o fair play aumenta em razão da procura, cada vez mais fre­quente, da vitória a qualquer preço.

Em nossa opinião, o esporte de competição cami­nha para uma crise. Se quiser realizar os seus objeti-vos e desempenhar o seu papel no favorecimento da compreensão internacional, se quiser, a longo prazo, sobreviver, como uma forma válida de atividade hu­mana, é indispensável e urgente estar a serviço, sem­pre renovado, do fair play.


Download
Movimento pelo cérebro - Exercício físico durante a gestação e a infância tem efeitos duradouros no desempenho intelectual

Movimento pelo cérebro - Exercício físico durante a gestação e a infância tem efeitos duradouros no desempenho intelectual

Autor: MARIA GUIMARÃES | ED. 243

01/05/2016


Se você quer aumentar as chances de seus filhos terem um bom desempenho intelectual e profissional, a pior coisa que pode fazer é substituir radicalmente exercício físico por tempo de estudo na cadeira. Mais do que isso, o ideal é a mãe ter suado a camisa desde a gestação, de acordo com o neurocientista Sérgio Gomes da Silva, pesquisador do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo.

Gomes da Silva usa ratos como modelo de pesquisa para entender os efeitos da atividade física no desenvolvimento do cérebro. Nos resultados mais recentes, publicados em janeiro na revista PLoS One, ele e colaboradores mostram que filhotes de roedoras que se exercitaram numa esteira durante a gestação têm o hipocampo turbinado. Neles, essa região do cérebro especialmente envolvida com funções ligadas a memória, aprendizado e emoções apresenta mais células e mais fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína que regula processos de proliferação, desenvolvimento e diferenciação das células cerebrais. Longe de ser apenas detectada nas minúcias celulares, essa diferença se revela também no comportamento, como em testes que avaliam a velocidade com que o animal aprende a reconhecer um território experimental. Numa arena em que o ratinho precisava memorizar pontos de referência, os filhotes das mães de academia aprendiam mais rapidamente. “Os índices de inteligência são melhores”, conta o pesquisador.


Download
II Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico

II Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico

Autor: Jadelson Andrade

01/01/2002


Desde que foi introduzido no Brasil em 1972, a partir do pioneirismo dos professores Josef Feher e Helio Maga- lhães, o TE experimentou extraordinário crescimento na sua aplicação. Como importante método de diagnóstico, pas- sou a ser utilizado na rotina de diversos serviços em todo o país. A partir de 1976, surgiram os primeiros trabalhos cien- tíficos que foram apresentados como temas livres nos con- gressos da SBC, seguindo-se publicações nos Arquivos Brasileiros de Cardiologia.


Download
Estudo de Validação do Monitor Automático Omron Modelo HEM-608 Comparado com o Método Convencional de Medição de Pressão Arterial

Estudo de Validação do Monitor Automático Omron Modelo HEM-608 Comparado com o Método Convencional de Medição de Pressão Arterial

Autor: Frida Liane Plavnik

01/06/2001


É fato bastante conhecido que o valor da pressão arterial obtida em consultório costuma ser mais elevado do que quando obtido em ambiente domiciliar. É também conhecido que, os níveis pressóricos obtidos através de monitorização ambulatorial são melhores preditores do envolvimento e das complicações nos órgãos-alvo da hipertensão arterial que os valores obtidos em consultório, pela metodologia convencional. Entretanto, o uso indiscriminado da monitorização ambulatorial mostra-se inviável em função dos altos custos que a mesma acarreta, sendo portanto necessário o desenvolvimento de outros monitores, de custos mais baixos, e que possam ser disponibilizados para uma população maior.


Download
Variabilidade da Frequência Cardíaca em um Teste de Exercício Verdadeiramente Máximo

Variabilidade da Frequência Cardíaca em um Teste de Exercício Verdadeiramente Máximo

Autor: Marcos Bezerra de Almeida

01/11/2005


Fundamentos: O pico do exercício se caracteriza por uma grande redução da participação vagal e um concomitante aumento da atividade adrenérgica. Hipotetiza-se não haver variabilidade importante da freqüência cardíaca (VFC) no domínio do tempo no pico do esforço.
Objetivo: Comparar a VFC no domínio do tempo em diferentes fases do teste de exercício máximo: repouso, limiar anaeróbico, pico do esforço e ao final do primeiro minuto da recuperação, identificando possíveis variações em função do gênero, condição aeróbica, condição clínica e da magnitude do índice vagal cardíaco nessas respostas da VFC.


Download

Benefícios do Clube +

Avaesporte

Desconto 20% até 30 de junho

PROFIT SHOP

Desc. 10% para Associados

Brainfit

DESCONTO 10% NOS SERVIÇOS

Pos Estacio

32% desconto todas mensalidades

Império Pilates

5% de desconto para Associados

Associação Brasileira dos Profissionais de Educação Física e Esporte

Nossos contatos

11 3855.2438

contato@abrapefe.org.br